segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

Wellington Paulista: "Quero ficar aqui por um bom tempo"

Há jogadores que chegam em um clube para brilhar, outros brilham, mas jamais adquirem identificação com a torcida. O objetivo de Wellington Paulista no Botafogo é justamente o contrário. Cigano do futebol, o atacante falou sobre seu amor pelo Glorioso um dia após fazer o primeiro gol da vitória alvinegra sobre o Fluminense, gol que abriu o caminho do Botafogo para a final da Taça Guanabara.


“Em todos os clubes pelos quais joguei, sempre fiz sucesso num ano e saí no seguinte. Foi assim no Paraná, no Santos e no Alavés. No sábado, após o jogo, conversei com meu pai e ele me perguntou o que eu achava do Botafogo, e tive que confessar: quero ficar aqui por um bom tempo, no mínimo uns dois anos. Gostei muito daqui”, revelou o atacante.

Um gol em clássico decisivo é capaz de consagrar jogadores e escrever seus nomes na história e um clube. Para Wellington, o gol em cima do Fluminense pode significar não apenas sua consagração, mas também sua afirmação como jogador do Botafogo.

“Para mim, o importante desse gol não é a consagração, e sim uma possibilidade de me manter no time. Percebi que a torcida está começando a acreditar e mim, eu também gosto muito deles. Fazer um gol na Taça Guanabara apenas confirma esta boa fase”, afirmou o atacante, que, aos poucos, conquista seu espaço.
“Essa Taça Guanabara pode ser a minha oportunidade de mostrar à diretoria que o Botafogo não tem um atacante fixo dentro da área, mas que temos união e coletividade de sobra para superar isso”, ressaltou.

Cuca
Um time sem estrelas, de puro coração, derrubou a destemida “Máquina Tricolor” e o implacável “Trio de Ouro”, um feito que muitos consideravam impossível. Para Wellington, a vitória deve ser creditada ao treinador da equipe, Cuca.

“Nossa grande arma é o Cuca. Ele começou o campeonato com um elenco muito diferente e conseguir fazer o time se entrosar bem rápido. Até nós nos surpreendemos com o quão rápido nos entrosamos. Isso é fruto do trabalho que ele fez conosco dentro e fora de campo”, explicou.

Thiago Neves
Entre os botafoguenses, Wellington Paulista foi o único a responder às provocações de seu ex-companheiro de clube, o apoiador tricolor Thiago Neves. No entanto, ele garante que não guardou mágoa do adversário.

“Eu era muito amigo do Thiago quando jogávamos no Paraná, sei que aquilo foi apenas para provocar. Não tenho raiva dele”, explicou o atacante, que, ao contrário de Thiago Neves, não prometeu nada para final.

“Prefiro não prometer gols, apenas a mesma garra e determinação dos últimos jogos”, completou.

9 comentários:

Leandro disse...

Para quem achava que o Dodô iria fazer falta, é muito bom ver o Wallington Paulista fazendo gols e, melhor ainda, jogando bem. É um jogador, como o Jorge Henrique, que se doa ao máximo nas partidas e ainda tem a qualidade necessária para fazer gols. Acho que o Botafogo, caso o Escalada continue treinando bem, está bem servido de atacantes para o carioca. E rumo à final, força e confiança, pois somos equiparados em técnica com o time do Flemango e podemos ganhar na raça que o time vem mostrando.

gabrielbarrucho disse...

Que ele continue com essa vontade que demonstra em campo e nos faça ganhar títulos. A torcida alvinegra o apoia!

Brunão disse...

Paulisteroy tá jogando com a garra e o ânimo q todo botafoguense gosta de ver em seus jogadores. Ele já tinha mostrado que era habilidoso no Santos. Combinando essas duas qualidades e caprichando na pontaria tem tudo pra deslanchar. Mas nada de nos trair que nem o mercenário ingrato que foi jogar com as tricoflores hein?

Dois gols de Paulisteroy na urubuzada!!

pablo disse...

W. Paulisteroy é um grande atacante, tem visão, dá bons passes e sabe fazer gol, além de sua presença marcante na área. Pelo pouco tempo de Botafogo dá pra ver que se continuar aqui, tem tudo pra fazer muito sucesso.

Gaba disse...

parabéns pelo blog! Tô apresentando ele no blog do Carlito Rocha (www.movimentocarlitorocha.com.br)
Abs. Gaba

matheus disse...

Paulisteroy tá jogando com a garra e o ânimo q todo botafoguense gosta de ver em seus jogadores. Ele já tinha mostrado que era habilidoso no Santos. Combinando essas duas qualidades e caprichando na pontaria tem tudo pra deslanchar. Mas nada de nos trair que nem o mercenário ingrato que foi jogar com as tricoflores hein?

Dois gols de Paulisteroy na urubuzada!! [2]

guilhermep7 disse...

Sensacional! É de jogadores assim que o Botafogo precisa! O jogador que mostre que quer ser diferente, que quer marcar a torcida! Se continuar como tá, mostrando essa raça, garra e vonatde, vai cair rapidinho nas graças da torcida. E ai amigo você vai saber o que é ser querido, porque só a torcida do Botafogo sabe fazer isso com o jogador. Emocionar, arrepiar, deixar o cara com vontade de acabar com o jogo são as nossas especialidades.

Avante Fogão, rumo ao título!

Rodrigo Federman disse...

Um jogador que chegou com desconfiança e convenceu todo mundo com muita determinação, raça e gols.
Vamos lá, Fogão!
Abs e SA!!!

Luiz Rogério disse...

O W P vem sendo uma grata surpresa para mim, pois tem apresentado muita garra e vibarção, ou seja, vem se dedicando ao BOTAFOGO. O seu futebol é rápido e tem um estilo chamado de "garçom" por alguns cronistas esportivos, mas que também sabe fazer gols.

Espero que ele tenha muito sucesso no BOTAFOGO levantando muitos campeonatos.

* Parabéns pelo Blog, vi o nome do Blog do MCR.

Saudações Alvinegras!!!!