sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008

Parceria entre o Botafogo e a TBZ pode melar


Segundo uma fonte ligada à diretoria alvinegra, é bem provável que a TBZ não seja a responsável pela administração do Engenhão. A empresa portuguesa não concorda com alguns termos contratuais exigidos pelo Botafogo, fato que pode levar o clube a buscar outro parceiro para ajudá-lo a administrar o estádio.

A desavença, ainda de acordo com esta mesma fonte, estaria na dificuldade que a TBZ encontra para bancar aquilo que o Alvinegro pretende fazer com o Engenhão. Uma terceira empresa, capaz de arcar com o investimento pretendido pelo clube, pode pintar para administrar no estádio. A diretoria, inclusive, já teria recebido uma série de propostas de outras entidades para gerir sua arena. Em outra situação, a TBZ ainda buscaria a parceria de outra empresa para conseguir atender às exigências do Botafogo.

A situação ainda não está definida, mas uma resolução deve sair nas próximas semanas e que o clube estaria tomando todas as precauções possíveis antes de escolher, em definitivo, a empresa que irá administrar o estádio. Vale ressaltar que o atraso no acordo não coloca em risco a posse do Alvinegro sobre o Engenhão.

O presidente do Botafogo, Bebeto de Freitas, foi procurado pela reportagem do OBSERVATÓRIO ALVINEGRO, mas preferiu não dar declarações sobre o assunto.

Atraso

Nas últimas semanas, muito pouco foi comentado sobre o andamento do acordo entre a TBZ e o Botafogo. Bebeto de Freitas, sempre que procurado, afirmava que cada detalhe do acerto estava sendo avaliado, por isso a data da oficialização do contrato estava sendo adiada constantemente.

Ao que tudo indica, parte deste atraso estava ligada aos problemas que a TBZ vinha tendo para aceitar as exigências alvinegras.

5 comentários:

vitor disse...

vlw por nos deixar informado, jorge.

=)

Judson disse...

Temos que dar um voto ao Bebeto, pois ele e sua diretoria merecem! SAN!!

julioabreu disse...

Impecável, jorjão!
Gracco

Ricardo Morais disse...

Já esperava por isso.
Muita demora e pouca notícia sobre o assunto.

ricardo disse...

eh bem complicado botar todos os pingos em todos os is num contrato de 20 anos.... eh nosso FUTURO em jogo....