quinta-feira, 6 de março de 2008

Confiança total no departamento jurídico?

Normalmente, um jogador que está num tribunal fica tenso com o julgamento, não consegue esperar pela sua sentença, certo? Bem, isso é verdade, mas Diguinho achou uma maneira curiosa de driblar esta ansiedade.

Ontem, no auditório da Federação, onde foi realizado o julgamento dos jogadores, o jovem volante do Botafogo foi pego no flagra jogando um minigame escondido dentro de seu boné.

Cliquem na foto para ampliar e confiram!

5 comentários:

igor disse...

Diguinho O ''playsson''!kkkkkkkkk Parabéns pelo site pessoal!!!

Lucas "Tin" disse...

eh iPhone

viniciuspms disse...

A responsabilidade que se vê do rapaz em campo se vê tb fora... Hehehe... Parabéns pelo blog, muito bom.

Roger W. disse...

Gostei!!! Tem que dar esse tipo de resposta pra esse tribunal safado que sempre alivia pra urubuzada!!!

Minigame neles, playsson!!!

Gil disse...

Nação Alvinegra, não tenho conhecimento jurídico mas as leis são interpretativas e como tal, se não existem, abrem-se as jurisprudências. O BOTAFOGO tem o dever moral de, não só recorrer ao STJD, como também, baseado nas leis desportivas, ELIMINAR o árbitro (provado a fraude da súmula), o presidente da comissão de árbitros e o procurador do TJD dos meio esportivo. Como irá ficar a cabeça do nosso técnico que foi condenado por uma pena (ofensa) que não cometeu. Qual de nós ficaríamos em uma empresa que não pune ou processa alguém que denegriu a sua imagem. O funcionário é o representante da sua empresa. Transcrevo abaixo mensagem posta no fórum BNC:

Respeito ao Clube, aos Profissionais e a Torcida

Além da desmoralização do Tribunal e pelo resultado do julgamento, ficou caracterizado o seguinte:
1 - A incompetência ou má fé do árbitro,
2 - O corporativismo do presidente da comissão de arbitragem do Rio e,
3 - A total parcialidade e incapacidade pelo procurador do TJD, ou melhor, tentativa de amedrontar a todos que forem contrários ao time da molambada.
O BOTAFOGO, através dos seus dirigentes, tem o dever moral para com os seus profissionais e respectivas famílias, sua NAÇÃO ALVINEGRA e a própria instituição, recorrer ao STJD sobre a punição do CUCA e posteriormente tentar punir todos esses senhores que não correspondem com a dignidade e atribuições que os cargos lhes conferem.
Não tenho conhecimento jurídico, mas o BOTAFOGO tem no Dr. Rouxinol, um jurisconsulto, ou alguém por ele designado, verificar a melhor maneira de nós EXCLUIRMOS, EXTIRPARMOS com esses senhores do meio esportivo (FERJ – CBF - SUL AMERICANA e a FIFA) que tanto denigrem.
Se queremos ter um BOTAFOGO poderoso, influente, ou seja, GRANDE, precisamos nos impor para ser respeitados. Infelizmente, só através da força para ser respeitado. O momento é agora, é esse, ou perderemos a oportunidade e continuaremos a ser achincalhados e motivos de galhofas por todos. Principalmente pela flaprensa. O vídeo mostra claramente a intenção, tumulto e provocações criadas pelo acéfalo com a camisa 9 do time de molambos. O cara foi absolvido.
Basta de sermos os misericordiosos e ficarmos apenas nas promessas E discuros. Por isso, não temos FORÇA, PRESTÍGIO, INFLUÊNCIA, e todos fazem o que querem conosco. Depois, ficamos com a sensação que o que nos foi imputado é bom. Dúvido, após essas medidas, se todos não pensarão duas vezes ao tentar tomar alguma atitude contra o GLORIOSO.
Existe um dito nordestino que diz: Quem tem pena de um coitado, coitadinho é.
Abs, SAUDAÇÕES ALVINEGRAS e a cada dia mais apaixonado pelo BOTAFOGO!!!